sábado, 3 de outubro de 2009

« O Passar do Tempo »

Fernando Peixoto & Sylvia Cohin


Passa o tempo por nós e nem pensamos
que viramos a folha ao calendário,
nem mesmo nesse tempo que gastámos
correndo contra o tempo e sem horário.
Passa a vida correndo bem depressa,
tão ligeira que até nem percebemos,
quanta vida se queda na promessa!
Que valioso o tempo que perdemos!
Passa tudo tão depressa, voando...
Nem lembramos, sequer, que está passando!
Vendo o fio do tempo que se esvai,
erguemos no Passado a nossa História
retomando um caminho, que se vai
aliar no Futuro, c'o a Memória.

Fernando Peixoto & Sylvia Cohin


Marcadores: , , , ,

3 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Que saudades do meu amigo! Vejo-o a dizer estas palavras.
Obrigada Sylvia, aqui nos mostras a alma do Fernando!
Beijinhos,
Manuel Cerqueira

4 de out de 2009 00:46:00  
Blogger Fernando Peixoto said...

"Que valioso o tempo que perdemos!
Passa tudo tão depressa, voando... "

Com feito, tantas contingências nos atravessam, nesta vida já de si sinuosa...
Passa o tempo mas perpassa a emoção de quem com ele se funde.

"Vendo o fio do tempo que se esvai,
erguemos no Passado a nossa História "

Melhor do que ninguém, compreendo e entronizo a beleza sensual destes versos porventura tão...intimistas!

Um beijo do eterno fã, (num tempo profundamente contemplativo)

Fernando Peixoto

6 de out de 2009 12:18:00  
Anonymous Luis said...

gostei de cá passar... muito bom. parabéns!

Luis

14 de out de 2009 11:47:00  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home