terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Dueto:

«No Teu Olhar»
Fernando Peixoto

No teu olhar me quedo, encandeado.

Nos teus braços repouso adormecido.

Nos teus lábios eu bebo, afogueado,

O fresco deste amor, correspondido.

***************

«MEU OLHAR»
Sylvia Cohin

Meu olhar te contempla enternecido

E o teu sono em meu seio aconchegado,

Estremece ao calor de meu sentido.

Meigo embalo desse amor amalgamado.



12 Comments:

Blogger Mitchell said...

Olá, gostei muito do blog de vcs, muito legal mesmo...
Poesia leve e ao mesmo tempo forte, algumas com críticas, outras com alegrias, gostei muito!
Parabéns pelo blog, e se puderem, venham visitar o meu: http://poemasdomitchell.blogspot.com

Um abração!!

Michel (from Brazil).

20 de fev de 2008 09:59:00  
Anonymous Emy said...

Duas estrofes, pequenas no tamanho grandes na idéia. Um sentir imenso de almas grandiosas.
Beijo grande procês

20 de fev de 2008 19:18:00  
Blogger Fagner Costa said...

Impressionante, um ótimo dueto, pelo jeito vim parar no lugar certo...

21 de fev de 2008 01:58:00  
Anonymous Rosa Peixoto said...

Chérs Syl & Fernando

Quoi de plus beau qu'un regard,quand il est rempli d'amour?

Comme toujours la coordination de vos paroles sont exceptionelles!!!

Je vous embrasse bien fort...

Rosa

21 de fev de 2008 15:15:00  
Blogger Cristiane Moreira said...

Blog aconchegante com belas poesias, gostei.

Fique na paz e bom fim de semana!!!

23 de fev de 2008 02:44:00  
Blogger Cristiane Moreira said...

Eu que agradeço pela visita...
Passarei sempre por aqui pra conferir as novidades.

Abraços!!! :)

23 de fev de 2008 13:51:00  
Blogger A.S. said...

Há sempre um interdito e doce olhar…
Mais que um olhar...uma promessa!
onde sempre clandestino vai parar
o desejo que em nossos olhos começa


Com um grande abraço!

Albino Santos

24 de fev de 2008 15:31:00  
Blogger T S said...

adorei seu blog
convido vc para atrevessar a fronteira e fazer parte da lusitana ilusao
espero que goste
ts

28 de fev de 2008 22:01:00  
Blogger Brancamar said...

Adorei este doeto, pleno de vida e ternura.
Já por aqui tinha passado, mas com pouco tempo e não comentei. A partir de hoje este blog vai ficar na minha lista para visitar com mais frequência.
Um beijinho para os autores.

2 de mar de 2008 19:59:00  
Blogger OUTONO said...

...foi uma sorte, este encontro de leitura.
Parabéns!

Outono in

pretexto-classico.blogspot.com

2 de mar de 2008 20:59:00  
Blogger Brancamar said...

Volto para corrigir o erro que dei no comentário acima: dueto e não doeto.
Peço perdão.
Uma boa semana.
Um abraço amigo.

2 de mar de 2008 23:19:00  
Blogger Sophiamar said...

Mais um belo poema feito a quatro m�os com a beleza e a intensidade que vos caracteriza.

Beijinhossss

27 de mar de 2008 10:36:00  

Postar um comentário

<< Home