terça-feira, 28 de fevereiro de 2006


SAUDADE DESSE AMOR


Quisera ter vivido um amor
de tal candura...
Seria a maior alegria de uma ternura sem fim...
Não teria sofrido
a dor da separação...
O coração sempre tem razão !
De todas as euforias...
pediria tais fantasias
para viver tamanha emoção ,
nos braços e com os beijos
do mais lindo coração !
Seria por certo a grande magia prometida!
Pudera...
Nunca ninguém conseguiria
amar alguém assim !
Outrora um grande amor
eu dera sem medida !
Agora...
Só a saudade
entrega-me a dor da felicidade...
Em mim !
Devoto a esse amor
toda a fidelidade...
Enfim!

VERA MUSSI

4 Comments:

Blogger Chave da Poesia said...

EU PERCEBO: POESIA É... POESIA. MAS tal como não deve lamentar-se a perda de um amigo quando deixa de sê-lo, também um amor perdido é sempre um ponto de partida para um novo amor... tem de ser...
Quem sabe onde chega ou quando se esgota a nossa capacidade de amar?
Mas poeticamente está bem bonito.
Fernando Peixoto

28 de fev de 2006 19:09:00  
Blogger Zé Carlos said...

..oi Sylvia, amiga querida seu Blog está lindo, parabéns pelo bom gosto em tudo.
Quanto á poesia da Vera existem milhões de teorias acho que até o Einstein (rs) deve ter escrito algum tratado de como se reagir a perda de um amor.... teorias mas sabe? "O coração sempre tem razão !" e chega de papo !!!!
bjs do amigo....

1 de mar de 2006 23:43:00  
Anonymous Emy said...

Este blog tá ficando um lugarzinho
sem igual!!!!
Verinha, não ha infinitude na dor, ainda que se tenha vivido um amor na plenitude. Sempre haverá nova chance, novo amor a ser vivido intensamente.

2 de mar de 2006 10:12:00  
Blogger De Amor e de Terra said...

" E que o Amor perdido se transforme num Amor achado e maior!..."


Um beijo de parabéns Verinha, pelo poema e um abraço enooorme de esperança em Amores que renascem, como primaveras.

Maria Mamede

16 de mar de 2006 08:07:00  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home